RSS

Arquivo da tag: Divulgação Cultural

Agenda Cultural!

Curso a Distância: “A HISTÓRIA DO POVO JUDEU NA ÉPOCA DO SEGUNDO TEMPLO”

Professor: Dr. Adolfo Roitman, Curador dos Manuscritos do Mar Morto e Diretor do Santuário do Livro

Início: 4 de Março 2013 Duração: 9 semanas

Modalidade de estudo: aulas à distância, incluindo foro semanal coordenado pelo Prof. Dr. Roitman e duas aulas ao vivo. Mais de 300 páginas em português incluindo documentos e textos históricos.

Com Certificado do Centro Melton da Universidade Hebraica de Jerusalém

Valor do curso: U$ 395

Para maiores informações: falecom@centroculturaljerusalem.com.br

Criativa Social

Oferece em Fevereiro /2013 curso para especialização intensiva:

CURSO DE FÉRIAS:

LEIS DE INCENTIVO À CULTURA

APRESENTAÇÃO:

A CRIATIVA é uma empresa especializada no desenvolvimento e gestão de projetos nas áreas: social, cultural, ambiental, esportiva e organização de eventos.

Professora: M.Sc Sandra Helena Pedroso

Mestre em Sistema de Gestão de Projetos com foco em Responsabilidade Social pela UFF e bacharel em Ciências Contábeis. Diretora do Ateliê de Cultura e do Instituto Pro3. Nos últimos 32 anos exerceu diversas funções na área cultural e no cinema, tendo inclusive sido Coordenadora de Certificação da Lei Estadual de Incentivo à Cultura e da Ancine. Atualmente atua como professora de Gestão Financeira na pós-graduação de Produção Cultural da UCAM entre outras instituições. E como consultora em Gestão de Projetos em diversas empresas. É Diretora da ABCR.

Data, Local e Horário:

BQ Centro de Treinamento

Rua São José, 40 – Centro – Rio de Janeiro.

Dia: 19 de Fevereiro de 2013 (Leis de Incentivo à Cultura).

Horário: 09:30 às 17:30

Objetivo do Curso:

Desenvolver competências para que os participantes possam aplicar as ferramentas de gestão para sistematização de idéias em projetos artísitico-culturais, de forma a viabilizar sua produção e buscar apoios, patrocínios e financiamentos.

Programa:

1. O que e quais são os incentivos fiscais para projetos culturais e audiovisuais

2. Incentivos fiscais federais e doações:

2.1 Projetos culturais utilizando a Lei Rouanet;

2.2 Projetos culturais utilizando o ICMS/RJ;

2.3 Projetos culturais utilizando o ISS/RJ.

Inscrições e Contato:

Telefones: (21) 3979-5472 / (21) 3437-1160

e-mail: contato@criativasocial.com

www.criativasocial.com

Investimento:

Um 1 módulo por – R$ 280,00.

Anúncios
 
 

Tags: , , , , ,

A historiadora do CCJ entrevista os historiadores da minissérie José do Egito

Dia 30 de janeiro vai ao ar a nova minissérie da Rede Record de televisão e a historiadora Elaine Herrera, do Centro Cultural Jerusalém aproveitou este período de coletivas, para entrevistar os Professores Maurício Santos e Marcio Sant’Anna, historiadores que deram consultoria para este novo empreendimento, que coloca no foco a História Antiga.

Elaine: De que forma a História é passada para a equipe de TV?

Maurício e/ou Marcio: Primeiramente devemos mostrar que a produção teledramarturgica é uma produção industrial, ou seja, vários saberes associados criam uma linguagem que resignificam o mundo.

Desta forma a pesquisa histórica começa a ser apresentada ao autor e sua equipe de roteiristas um pouco antes da construção do roteiro definitivo.

Depois que o roteiro esta pronto uma série de workshop são realizados com a equipe de produção para que todos estejam imersos no período histórico no qual a obra está situada.

Elaine: A consultoria é restrita aos autores, ou o cenário, o figurino, fazem parte do trabalho?

Maurício e/ou Marcio: Normalmente todos os envolvidos na produção assistem alguns workshops, desde os atores até a equipe técnica operacional. Já foi feito workshop para figurantes e na palestra principal até seguranças e copeiros participam.

Elaine: A consultoria acontece somente antes das gravações, ou ela permanece até a estreia?

Maurício e/ou Marcio: Na verdade permanece até o fim da exibição. Após a estreia as gravações continuam, são feitos cortes, modificações, legendas. Durante todo o processo de pós-produção pode solicitar consultoria.

Elaine: Como é o contato com os artistas? Há uma boa receptividade?

Maurício e/ou Marcio: Os atores são maravilhosos, a grande maioria é muito interessada e já vem para as aulas com uma boa bagagem de leitura. Ser um bom ator significa estudar, estudar e estudar.

Sempre recebemos e-mails com duvidas, perguntas e pedidos de indicação de leitura para eles.

Além disso, os profissionais da produção também se mostram muito interessados, visto que a consultoria histórica dará origem a gravações, construção de cenários, elaboração de figurinos e elementos de arte.

Elaine: Já que participam das filmagens, como é ver sua pesquisa tomando forma, sendo interpretada?

Maurício e/ou Marcio: É fantástico ver tomar forma uma reconstrução inteira de uma civilização antiga feita com base em nossas pesquisas. Antes só poderíamos contar com fragmentos, muitas vezes pequenos, que estão em museus ou com sítios arqueológicos.

É gratificante ver um ator usando as informações pesquisadas na composição das personagens, um gesto, um olhar que expressa muito do que sabemos sobre os povos antigos.

Elaine: Para terminar, qual é a sensação de fazer parte de uma equipe de TV, que vai levar ao ar e entrar em milhões de lares a História Antiga?

Maurício e/ou Marcio: Um sonho realizado. Há alguns anos, nós e outros historiadores sonhávamos em popularizar a história antiga no Brasil, fazer com que ela não fosse restrita apenas aos bancos da academia, mas que todos pudessem ter acesso. Então fazer parte de uma produção da dramaturgia que aborda assuntos ligados à antiguidade e adentra os lares brasileiros e desperta o interesses dos jovens pela historia é o realizar deste sonho.

Elaine: Deixem um recado para os telespectadores.

Maurício e/ou Marcio: Preparem-se para muitas emoções com esta obra. A história de José e sua família é permeada de fé, amor, inveja, perdão, ambição, sensualidade, retidão e estes sentimentos estarão presentes em cada capítulo da minissérie. Além de uma elaborada pesquisa histórica para tentarmos chegar muito próximo do funcionamento das sociedades hebraica e egípcia daquele período. Estejam conosco a partir de 30 de janeiro para acompanhar as aventuras de “José do Egito”, pela Rede Record.

Nas pontas, Professor Maurício a esquerda e Professor Marcio a direita, ao centro a autora Vivian de Oliveira e colaboradores.

Nas pontas, Professor Maurício a esquerda e Professor Marcio a direita, ao centro a autora Vivian de Oliveira e colaboradores.

 
Deixe um comentário

Publicado por em 29/01/2013 em CULTURA E SOCIEDADE, ENTREVISTA

 

Tags: , , ,

Diário de bordo! Quarto dia em Israel

clique na imagem para ampliar

8:30 – Encontramos com o guia e pegamos o taxi rumo ao Monte das Oliveiras, no caminho muito trânsito devido a uma multidão de turistas.

Já no Alto do Monte, vimos à vista panorâmica da cúpula dourada, e toda a cidade velha, uma imagem muito conhecida, mas que impressiona. Passamos por uma residência onde encontra-se sepultado o corpo do profeta Malaquias, não podemos entrar para ver a abertura da caverna, justamente por se tratar de uma moradia particular e ainda era muito cedo.

Tumba do profeta

Tumba do profeta

Passamos por uma necrópole cheia de ossuários, datados do século I em diante.

Necrópole

Necrópole

 

Depois descemos para o Getsêmani, onde segundo os livros de Mateus e Marcos, Jesus orou. Um estudo recente revelou que as árvores que estão hoje no jardim do Getsêmani, são posteriores ao período de Jesus e que a árvore mais velha teria novecentos anos.

Getsêmani

Getsêmani

Ao lado do jardim encontra-se a igreja dos aflitos. Passamos pelo cemitério judeu, vimos o cemitério árabe, e seguimos para o vale de Josafá que fica entre o Monte das Oliveiras e o Monte onde no século I ficava o Templo, aonde vimos à tumba de Zacarias, e continuando o vale do rei, vimos também à magnífica tumba, que “seria” de Absalão (filho de Davi).

Tumba de Absalão

Tumba de Absalão

Passando para locais cristãos, fomos à casa de Caifas, onde Pedro teria negado a Jesus, e nos sítios arqueológicos, que dão indícios que ali seria o local onde Cristo ficou preso.

11:00 – Chegamos a Tumba de Davi, onde nos surpreendeu saber que lá funciona também uma Sinagoga, depois fomos visitar o Cenáculo, uma construção belíssima do período bizantino.

12:20 Chegamos no Museu Terras da Bíblia, e como diz um amigo, é de pirar o cabeção, um museu enorme, com espaços amplos para cada Império Antigo, um acervo surpreendente, um dos lugares mais interessantes de Jerusalém, alias o melhor museu que já fui.

Museu Terras da Bíblia

Museu Terras da Bíblia

Com muita pena de deixar aquele lugar incrível, saímos para um rápido lanche e seguimos para o Santuário do Livro, onde se encontra os manuscritos do Mar Morto, mais um museu super original, seguimos para a maquete de Jerusalém no período do Segundo Templo, um lugar especial, já que trabalho com uma réplica na cidade de Jerusalém no Rio de Janeiro.

14:40 – Visitamos o museu de Israel, que na verdade é um complexo de museus que teríamos que ter no mínimo uma semana só para percorrer tudo, saindo de lá, no final da tarde e já exaustos, caminhamos para o hotel, paramos para saborear um Kebab, no bairro árabe e nos prepararmos para  outro dia.

Parada para um Kebab

Parada para um Kebab

 
 

Tags: , , ,

Agenda Cultural!

Exposição Canudos: Memória do Mundo

No mês de aniversário do Museu da República (Ibram/MinC) o presente é para os visitantes. Começará a partir de 15 de novembro a exposição, Canudos: Memória do Mundo, uma mostra com 69 fotografias de autoria de Flávio de Barros  que compõem o Acervo Canudos, parte do arquivo histórico do museu que foi elevado recentemente à categoria de “Memória do Mundo”.
O  Museu da República está localizado na Rua do Catete, 153 – Catete/RJ
Mais Informações: (21)3235.3693 ou  www.museudarepublica.org.br

 
 

Tags: ,

Semana da Reforma

Lutero traduzindo a Bíblia no Castelo de Wartburg 1521 (óleo sobre tela – Eugene Siberdt, 1898)

Nesta semana pedimos licença à antiguidade e abrimos espaço para que o Reformista Martinho Lutero exponha suas idéias, ou seja, durante esta semana ao invés de postarmos textos produzidos por nossos pesquisadores, vamos postar frases e pequenos textos do próprio Lutero, que demonstram bem o que ele pensava sobre educação, música, ética. Enfim aqui você vai conhecer um pouco de Lutero e assim entender melhor o que foi a Reforma Protestante.

Uma pequena apresentação de nosso convidado:

Martinho Lutero (10 de Novembro de 1483 – 18 de Fevereiro de 1546).

Lutero se levantou contra o sistema dogmático da Igreja, e sua convicção o levou a fixar na porta da Catedral de Wittenberg no dia 31 de outubro de 1517, 95 teses onde demonstrava todas as suas ideias contrárias a Igreja Romana, esse dia entrou para a História, como Dia da Reforma.

Depois da Reforma Lutero casou se com Catarina Von Bora e tiveram filhos, sua morte foi aos 63 anos.

Com vocês Lutero

[…] o progresso de uma cidade não depende apenas do acúmulo de grandes tesouros, da construção de muros de fortificação, de casas bonitas, de muitos canhões e da fabricação de muitas armaduras […] o melhor e mais rico progresso para uma cidade é quando possuem muitos homens bem instruídos, muitos cidadãos ajuizados, honestos e bem educados. (Lutero, OSel, v. 5, p. 309)

Se todo mundo tivesse fé, não mais precisaríamos de lei alguma. Cada um faria boas obras por si mesmo o tempo todo, assim como a própria confiança lhe ensina. (Lutero, Ética Cristã p. 28)

Em minha opinião, nenhum pecado exterior pesa tanto sobre o mundo perante Deus. Nenhum pecado merece castigo maior do que justamente aquele que cometemos contra as crianças, quando não as educamos.

Por isso imploro a todos, meus caros senhores e amigos, por amor de Deus e da pobre juventude, que não considereis essa causa de somenos importância […]. Caros senhores, anualmente é preciso levantar grandes somas para as armas, estradas, pontes, diques e inúmeras outras obras semelhantes, para que uma cidade possa viver em paz e segurança temporal. Por que não levantar igual soma para a pobre juventude necessitada, sustentando um ou dois homens competentes como professores? (Lutero, OSel, v. 5, p. 307)

 
Deixe um comentário

Publicado por em 29/10/2012 em CULTURA E SOCIEDADE

 

Tags: , , ,

CPA/RJ te leva! “A História da Bíblia”

 

A Universidade Mackenzie em São Paulo está promovendo uma exposição sobre “A História da Bíblia”. Nesta exposição é possível ter acesso a exemplares raros do Livro Sagrado. Uma mostra com os 66 livros do Antigo e Novo Testamento conseguiram atravessar diversos séculos até chegar às nossas mãos.

Primeira Edição da Bíblia em Português (Versão Figueiredo)

Uma autêntica folha da Bíblia de Gutenberg, um Manuscrito do século I do Evangelho de Marcos, um exemplar de soldados da Guerra do Golfo e da II Guerra, uma Bíblia em Braile e a menor Bíblia do mundo fazem parte do acervo. Além de muitas outras edições especiais.

Cada visitante poderá escrever um trecho da Bíblia a mão até que o exemplar seja completado, no projeto da “Bíblia Manuscrita”.

Fragmento do Livro de João

A exposição vai até o dia 14 de novembro, no Centro Histórico da Mackenzie, localizado a Rua Maria Antonia, 307 em Higienópolis/SP. A entrada é gratuita.

 

Bíblia a prova d’água

 

Tags: , ,

Agenda Cultural!

2º Jornada Científica Internacional da Rede MUSSI

De 24 a 26 de outubro acontecerá na UNIRIO a 2º Jornada Científica Internacional da Rede MUSSI. Evento organizado pela Rede Franco-Brasileira de Pesquisadores em Mediações e Usos Sociais de Saberes e Informação, o encontro traz como tema “Redes e processos info-comunicacionais: meidações, memória, apropriações”.

As inscrições vão até o dia 19 de outubro de 2012.
Endereço: UNIRIO (Av. Pasteur, 296 – Urca | Rio de Janeiro-RJ)
Maiores informações: jornadamussi2.icict.fiocruz.br

Seminário Oi Futuro: Mediação em Museus – Arte e Tecnologia

O evento, que vai reunir gestores, profissionais e pesquisadores da área, tem como objetivo aprofundar questões relacionadas aos desafios de uma prática de mediação, em espaços de memória, arte e tecnologia.
Dias 30 e 31 de outubro de 2012. Inscrições até 26/10. Entrada franca.

Endereço: Oi Futuro Flamengo (Rua Dois de Dezembro, 63 | Rio de Janeiro-RJ)
Informações: (21) 3235.5830 ou educativo-oifuturo@oi.com.br

8º Seminário de Cidades Fortificadas

De 22 a 26 de outubro de 2012 no Museu Histórico do Exército e Forte de Copacabana acontecerá o 8º Seminário de Cidades Fortificadas. Evento, que vai reunir estudiosos e mantenedores de fortes e fortalezas de diversas partes do Brasil e países convidados, tem como objetivo apresentar um panorama das ações desenvolvidas nos diversos fortes e fortalezas espalhados pelo mundo.
O Museu Histórico do Exército e Forte de Copacabana localiza-se na Praça Coronel Eugênio Franco nº 1 Posto 6 – Copacabana | Rio de Janeiro – RJ
Informações: www.8seminariocidadesfortificadas.blogspot.com.br | www.cidadesfortificadas.ufsc.br

III Jornada Republicana Museu, Patrimônio, Memória e Educação

Programação

Dia 30 de outubro de 2012 (terça-feira)

A configuração dos museus a partir da modernidade tem destacado o seu papel educacional. Diferentes projetos políticos, pedagógicos e poéticos têm sido acionados por diferentes museus. O diálogo entre educação, comunicação, memória, patrimônio, preservação e museu, a partir do exame de teorias e práticas desenvolvidas na contemporaneidade, está no centro dos interesses da III Jornada Republicana.

 Coordenação: Kátia Regina de Oliveira Frecheiras – Doutora e mestre em Filosofia pela PUC-Rio, especialista em Educação em Museus e pesquisadora do Museu da República/IBRAM.

 1ª. Mesa Redonda – das 10h às 12h

Mediador: Normanda Freitas ­– Pedagoga e Assessora Técnica do Museu da República

 Paulo Rogério Marques Sily – Doutor em Educação. Casa de Ciência, Casa de Educação: Ações educativas do Museu Nacional (1818-1935) (UERJ).

 Jorge Antônio Rangel Fidel – Doutor em Educação. A Musealização da Educação na Antropologia de Edgard Roquette-Pinto no Museu Nacional do Rio de Janeiro. (1905-1936). (USP).

 Marcele Regina Nogueira Pereira – Mestre em Museologia e Patrimônio. Educação Museal. Entre dimensões e funções educativas: análise da 5ª Seção de Assistência ao Ensino de História Natural do Museu Nacional (UNIRIO).

 2ª. Mesa Redonda – das 14h às 16h

Mediadora: Kátia Regina de Oliveira Frecheiras

 Carina Martins Costa – Doutora em História, Política e Bens Culturais. Uma Arca das Tradições: educar e comemorar no Museu Mariano Procópio (FGV).

 Cristina Laclette Porto – Doutora em Psicologia. Álbuns de retratos, infâncias entrecruzadas e cultura lúdica: Memória e fotografia na Brinquedoteca Hapi (PUC-Rio).

 Magaly Cabral – Diretora do Museu da República e Mestre em Educação. A Lição das Coisas (ou Canteiro de Obras) através de uma metodologia baseada na educação patrimonial (PUC-Rio).

 O evento acontecerá no Museu da República (Rua do Catete, 153 – Rio de Janeiro/RJ

Tel.: 3235.5124  ou mr@museus.gov.br No espaço Multimídia. Vagas limitadas. Distribuição de senhas 20 min. antes

 

Tags: , , , ,

 
%d blogueiros gostam disto: