RSS

O Teólogo e Diretor do Seminário Teológico de Estudo Bíblico Integrado no Contexto Judaico Messiânico, Marcos Abrão concedeu uma entrevista ao CPA/RJ

11 set
Teólogo e Diretor do Seminário Teológico de Estudo Bíblico Integrado no Contexto Judaico Messiânico, Marcos Abrão

Teólogo e Diretor do Seminário Teológico de Estudo Bíblico Integrado no Contexto Judaico Messiânico, Marcos Abrão

O que é judaísmo messiânico?

É um seguimento do Judaísmo que aceita Yeshua como o Messias.

Fale-nos a respeito das raízes do cristianismo dentro do contexto judaico.

 Na verdade o judaísmo está nas raízes do cristianismo e não o cristianismo no judaísmo. O messias é judeu, os seus primeiros seguidores são judeus, os profetas que anunciaram a sua vinda são judeus. Além de que a segunda vinda do Messias visa restaurar Israel espiritualmente e restabelecer o trono de David. Nem Yeshua, nem Pedro fundaram o cristianismo. O cristianismo surgiu pela influência de Roma, que através de um sincretismo religioso, misturou o caminho proposto pelo messias com as religiões pagãs predominantes na época. O apóstolo Paulo explicou na sua carta aos romanos, capítulo 11, a respeito dos gentios que aceitaram o testemunho do Messias Yeshua, os quais serão enxertados na oliveira que é Israel. Assim, nos nossos dias, se faz necessário que os seguidores não judeus do Messias Yeshua, venham a fazer uma reavaliação de tudo o que receberam, a fim de deixarem de lado as influências pagãs que se infiltraram na teologia e nos costumes cristãos.

O cristão pode virar um judeu?

 Como já falei, a pessoa que recebe o testemunho de Yeshua é enxertado na oliveira que é Israel. Ela tem direito as bênçãos de Abraão e ao mesmo tempo deve obedecer aos preceitos do Eterno. Obviamente há leis e bênçãos exclusivas para o povo de Israel. Um exemplo de uma lei exclusiva para Israel é a circuncisão e uma bênção exclusiva para Israel é a posse das terras de Israel.

Dentro do cristianismo encontramos a santíssima trindade, como é a questão do judeu messiânico e o Espírito Santo?

 Há uma parte do Judaísmo Messiânico que acredita em Trindade. Nós, Judeus Messiânicos da Unidade, não acreditamos em trindade. Para nós o Eterno é UM, UNO, e Yeshua é o Messias, o Seu Filho. O Eterno é o Único que vive no mundo não existente, pois o mundo existente não pode contê-lo. Ele emana o Seu espírito no mundo existente, se manifestando de uma forma tolerável aos seres humanos. O termo Espírito Santo em Hebraico é Ruach Ha Kodesh, que literalmente significa: espírito do Santo. Então, o espírito Santo não é mais uma pessoa, mas o próprio Eterno se manifestando de uma forma tolerável, ou seja, é o espírito de Deus.  Yeshua é o unigênito, ou seja, o único a ser gerado do tipo, com uma estrutura capaz de manifestar a presença do Eterno de uma forma excelente. Yeshua foi o único gerado com o DNA espiritual do Eterno e por isto se tornou o Seu representando oficial no mundo existente. Yeshua na verdade nunca usurpou o lugar do Eterno, mas disse que recebeu mandamento do Pai sobre o que falar e com quem falar e que não podia fazer nada que não viu o Seu Pai fazer. Yeshua é o caminho para retornarmos ao Eterno, e através do seu sacrifício nos foi concedida a expiação necessária para alcançarmos o perdão de D’us. Na visão da unidade, através de Yeshua o judeu retorna a D’us e o gentio se converte a D’us. Explico mais detalhadamente sobre este assunto no meu livro: “O Filho de Elohim” que está disponível no nosso site (www.judaismomessianicobrasil.com.br).

 O judeu-cristão guarda todos os preceitos litúrgicos do judaísmo?

 Não existe judeu-cristão, na verdade o judeu quando recebe o testemunho de Yeshua se torna um judeu completo. O próprio apóstolo Paulo nunca deixou de viver como judeu. Ele circuncidou Timóteo em Atos 16, fez o voto nazireu em atos 18 e guardava o shabat. Então o judeu messiânico se reúne aos sábados (no Shabat), guarda as festas bíblicas, observa os preceitos do Eterno e mantém as boas tradições, ou seja, o rito do serviço judaico que está de acordo com a Torah (Pentateuco, leis, instrução do Eterno). Yeshua não veio anular a Torah, mas plenificá-la e pagar com o seu sacrifício perfeito a dívida de toda a transgressão da Torah, como lemos na carta a Tito, capítulo 2 versículo 14. Yeshua veio abrir uma grande porta para que todos, judeus e não judeus possam retornar a D’us e viverem segundo os Seus princípios eternos. Alguém disse que a Torah é o Manual do Fabricante do Ser Humano. Por outro lado, a B’rit Chadashá, através do testemunho de Yeshua, é a garantia de vivermos para sempre com o Fabricante.

 Quais preconceitos o judeu-cristão encontra no judaísmo e no cristianismo?

 Como já falei, não existe judeu cristão. O judeu messiânico encontra certas dificuldades com o cristianismo, primeiro porque não segue alguns costumes cristão que tiveram origem no paganismo, como o natal, a páscoa na data errada (estabelecida por Constantino), a teologia da anulação da lei e etc. Porém, há um progresso visível na relação do judaísmo messiânico com alguns seguimentos evangélicos, os quais compreendem com clareza o concílio de Jerusalém (Atos 15), entendendo que assim como o gentio não tem a obrigação de guardar todos os preceitos, por outro lado o judeu messiânico tem o pleno direito de viver como judeu, guardando todos os preceitos da Torah. O impasse com o judeu tradicional está no fato do judeu messiânico aceitar Yeshua como o Messias. Isto leva a uma diferença no que diz respeito ao que é considerado escritos sagrados para ambos. O judeu messiânico aceita como escrito sagrado o Tanach (conhecido entre os cristãos como antigo testamento) e a B’rit Chadashá (conhecido entre os cristãos como novo testamento). Já o judeu tradicional não aceita a B’rit Chadashá e considera o Talmud como escritos quase ao mesmo nível do Tanach.

 Os judeus precisam largar o judaísmo ao aceitar Jesus?

 De forma alguma! Judeu é judeu e jamais pode largar o judaísmo. Na verdade existem promessas de Deus para os judeus que ainda não foram cumpridas e estão reservadas para os últimos dias. Então, o judeu precisa continuar firme na sua aliança com o Eterno, circuncidando os seus filhos e ensinando-os a guardarem os mandamentos. Yeshua viveu como judeu e nunca nos ensinou a largamos a Torah. O que Yeshua combateu foram algumas tradições que foram estabelecidas pelos Rabinos, as quais não estavam na Torah, e nem afinadas com o ensinamento que Moisés passou para o povo de Israel. Embora algumas tradições rabínicas são boas e proveitosas. Yeshua também combateu o legalismo, que é uma atitude errada, mas quanto aos mandamentos ele jamais combateu, ao contrário, nos ensinou a cumpri-los de todo o coração. Ele disse em Mateus capítulo 5, versículo 19, que se uma pessoa descumprir o menor dos mandamentos e ensinar as outras pessoas a fazerem a mesma coisa, será considerado o menor no Reino dos Céus. Isto porque que é um mandamento pequeno, pois se descumprir mandamentos considerados grandes, nem entrará no Reino dos Céus, como lemos em Hebreus 10, a partir do versículo 26. Na verdade a nova aliança feita por Yeshua respalda as alianças anteriores, pois como lemos em Hebreus 8, em referência a Jeremias 31, na nova aliança as leis são escritas em nossos corações e impressas em nossas mentes.

 O judeu que aceita Jesus continua sendo judeu ou se torna um cristão?

 Um judeu nunca se torna um cristão. O judeu que aceita o testemunho de Yeshua, se torna um judeu completo e atualizado com as revelações do Eterno.

 

Entrevista concedida a prof. Elaine Herrera

About these ads
 
11 Comentários

Publicado por em 11/09/2009 em ENTREVISTA

 

Tags: ,

11 Respostas para “O Teólogo e Diretor do Seminário Teológico de Estudo Bíblico Integrado no Contexto Judaico Messiânico, Marcos Abrão concedeu uma entrevista ao CPA/RJ

  1. Aparecida Priosti

    20/10/2012 at 6:31 PM

    Descobri eese site e estou aprendendo mais, gostaria de saber se os judeus missianicos tomam a ceia do senhor, pois na Igreja que congregamos não. Uma pergunta , no novo test/ os discip/ foram chamados de cristãos. gostaria de obter respostas pois o fato de não tomar ceia não está claro pois, o Proprio senhor disse, fazei isso em minha memoria. Por favor nos ajuda. Que o Eterno os abençoe.

     
  2. Xan Berg

    20/04/2012 at 2:05 PM

    Sobre judaismo messianico eu recomendo o site Torah Web – http://www.torahweb.net
    e a Congregação Ensinando de Sião – http://www.ensinandodesiao.org.br

     
  3. Noemia Silva da Fonseca Costa

    12/11/2011 at 10:29 AM

    shalom excelente entrevista e comprometimento com o ETERNO, aguardo irmão a vossa visita em Natal RN Noemia Silva da Fonseca Costa

     
  4. expedito simao

    24/10/2011 at 4:19 PM

    não é perigoso fazer comentario a respeito da trindade,ou seja ir alem do q estar escrito.de quem tao pouco foi falado por jesus?

     
  5. EDIZIO BELO

    16/05/2011 at 7:26 PM

    gostei muito e gostaría de me aproximar mais desse assunto por isso pecço que se tiver uma faculdade com cursos ead ou memoo com apostilas (Curso a Distancia) eu gostaría de faser. agradesso desde já a quem poder me ajudar, Shalon.

     
  6. Renne vasconcelos

    27/12/2010 at 1:01 PM

    bom dia gostaria de saber como faço para adquirir uma traduçâo legitima das escrituras sagrada favor com urgencia 75 88661062 .

     
  7. Pr. Aristides

    18/11/2010 at 1:28 PM

    Shalom,amigo e Rosh Marcos de Andrade.
    Muito bom foi esta entrevista com a prof. Elaine Herrera,e esclarece muito as pessoas,e graças ao grande Hashem,é bom se manter firme nesta fé,buscando as raízes judaicas do cristianismo.
    Grande abraço de seu amigo pr. Aristides da igreja nova aliança el shaday. em Itaguai. rj.
    Shalom Adonay.

     
  8. EDSON DE SÁ

    30/06/2010 at 8:17 PM

    Gostei muito das explicações, e verdadeiramente entendí e muito me esclareceu, é maravilhoso receber conhecimento, vivemos numa sociedade inundada de lendas e fantasias, de denominações que ao meu ver buscam espectadores e/ou colaboradores finaceiros, e não trazem instrução da parte de DEUS, mais parecem clubes sociais, lugar de encontro entre pessoas, enquanto que o profundo, real e fundamental fica longe, tiram pessoas dos domínios da igreja romana, e lhes dão outros fardos, como campanhas intermináveis da “prosperidade” “vitoria” e outras, se estou errado quanto a essas campanhas, DEUS me perdoe, más nos escritos do novo testamento, vejo JESUS fazendo tudo já. Creio no PAI, NO ETERNO, CRIADOR, ENTENDÍ E ACEITEI O PLANO DA SALVAÇÃO ATRAVÉS DO MESSIAS JESUS, VERDADEIRAMENTE É DEUS CONOSCO, LOUVO A DEUS E ORO DIARIAMENTE DE JOELHOS NO CHÃO, RECONHECENDO A MINHA TOTAL DEPENDÊNCIA DE DEUS,JÁ FREQUENTEI UMA CONGREGAÇÃO, HOJE NÃO ESTOU FILIADO A NENHUMA DENOMINAÇÃO. Estou muito criterioso quanto ao que ensinam por aí, mas fiquei maravilhado o que aprendí aquí hoje, obrigado.

     
  9. Genivaldo

    23/06/2010 at 5:38 AM

    Shalom Rosh Marcos Abrão! Gostei e muito da entrevista, na verdade fica dificil tentar explicar aos irmãos crentes(protestantes) como verdadeiramente se achega ao Hashem e Yeshua, já que são orientados de forma errada, mesmo com a Bíblia em mãos mas não conseguem ver e nem obedecer a Santa Torah, quando o Ruach Ha Kodesh tocou-me a ver os ensinamentos que lá estava, então fui obrigado a sair da igeja Ass. D´US e fui para CINA uma igeja messianica, hoje sou feliz e tenho levado a verdade aos outros que não aceitam com facilidade e ainda assim ficam ainda no ensino errado, porem em duvída mediante o que passei para eles, e não acham facilidade em dobra-me na palavra do Eterno, acredito que muitos ainda chegarão no caminho certo, pois a palavra semeia e no tempo certo colhemos os nossos molhos com alegria do dever cumprido para a honra do Pai Celeste. Tenho avisado que a 3 guerra nuclear se aproxima juntamente com o arrebatamento olhando para o mundo e Israel notamos os terríveis juízos que se aproxima para a humanidade atual. É nosso dever levar a verdade do que forá tirado da palavra do Senhor que chegou a está Apostasia da famigerada Roma e hoje esta semente campeia nas igreja evangelicas e terrívelmente nas pentecostais, não podemos cortar o jóio mas alertar o trigo que saião dela povo meu! Um abraço fraternal do irmão em Yeshua chaveh Genivaldo – Yirmiahu ben Yisrael – Moreno – PE.

     
  10. Ener

    10/04/2010 at 3:17 PM

    Senhores,

    Desejo adquirir o novo testamento no original, como é chamado de B”rit Chadashá.

    Desejo eletronico, caso contrario serve em papel.

    Aguardo retorno

     
  11. Eduardo

    15/09/2009 at 11:29 AM

    Excelente entrevista!!! Nunca imaginaria ler algo tão fabuloso! Espero que venhamos a conhecer mais sobre o judaísmo messiânico. Em um primeiro momento, o que Marcos Abrão disse é interessante e analisável.

    Shalom a marcos Abrão

    Shalom Prof. Elaine Herrera

    Abraços

    Eduardo

     

Deixe aqui sua opinião!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 57 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: